segunda-feira, 11 de março de 2013

MÓRBIDA DENTISTA






- Atacaçada.

- Não entendi o que você disse.

- Atacaçada! Têre esse deê!

- Vou tirar o instrumento de sua boca. Pode falar normal agora. O que foi que você disse?

- Eu to cansada! Não fique pensando que é fácil ficar com a boca aberta cheia de equipamentos invasivos por mais de três horas.

- Tratamento de correção de maxilar é assim mesmo. Tem que ter paciência. Abra a boca, continuemos.

- Atacaçada!

- Fique calma que quero lhe falar umas coisinhas. Me considero uma boa dentista, mas o seu dentista é meu marido. Vi seu nome na agenda dele. Por que você escolheu fazer o tratamento comigo? Achei estranho.

- Na quara abrar a baca pra am hamam. (tradução: não quero abrir minha boca pra um homem)

- Eu sei que você dá em cima dele. Então imagino que ficou constrangida com a possibilidade de ele ver o horror que está a sua boca.

- Ma tara daqua. Quara ar ambara! (tradução: “me tira daqui, quero ir embora!)

- Agora vai doer.

- Aaaaaah ma Daas! (tradução: “Ahhhh meu Deus”!)

- Estou sem anestesia suficiene, sinto muito. Quantas vezes você foi pra cama com meu marido?

- Sacarra! Assa malhá á laca! (tradução: “Socorro! Essa mulher é louca!”

- Eu perguntei quantas vezes.

- Çanca a sãs (tradução: cinco ou seis)

- Experimente meu alicate.

- Assa a tartara! A nã tanha capa da astar apaxanada!

- Tirei o instrumento. Fala.

- Eu não tenho culpa de estar apaixonada por ele. Foi uma fatalidade. Mas nem por isso você tem o direito de me torturar. Eu vou à delegacia da mulher.

- Vai virar piada de jornal vagabundo. DONA DE CASA PROCESSA DENTISTA POR USO DE BROCA. Mas vamos começar o trabalho.

- Começar? Não já terminou?

- Enchi da vida medíocre de dentista. Quero doravante tatuar os dentes. Você vai ser minha cobaia.

- Não faça essa besteira!

- Agora é tarde, já comprei os pigmentos. Vou tatuar nos seus dentes a bandeira de Minas Gerais. Não acredito que o Felipe vá mais querer beijar a sua boca. Ele odeia tatuagens.  

- É aquela bandeira com um triângulo e umas letras? Não! Escolha outros pigmentos, aí eu topo fazer a bandeira de Alagoas. Mas não sei se você vai ter técnica pra fazer, é mais sofisticada.

- Como é a bandeira de Alagoas?

- Ela tem uns peixinhos voando. É linda.

- Neste caso a gente pode mudar de idéia. Quero me lançar como nova celebridade, entende?  

- Agora que você me soltou, eu vou lhe dizer umas coisas. Vejo que o Felipe tinha razão em me dizer que teria de esperar pra lhe deixar. Você é doida mesmo. Eu não acreditava.

- Não mude de assunto. Conversávamos sobre a bandeira de Alagoas.

- Eu não acreditava que você era realmente esquizofrênica. Mas agora que sei, sinto pena dele. Vou correndo pra Felipe agora.

- Não se mova senão enfio esta broca no seu coração.

- Me largue. Socorro!

- Não há ninguém por perto. Providenciei o cancelamento das consultas. Me dê seu celular. Ahanh... Ta aqui na sua agenda Felipe fofusco. Como é que você teve a coragem de chamar o meu marido de fofusco? Com licença, vou ligar pra ele. Alô, Felipe. Não, não sou sua fofusca. Sou sua mulher, não está reconhecendo? Quem é fofusca? Ah sim, uma empresa. É empresa de que? Sim, aqueles ursinhos de pelúcia. Felipe, vamos deixar de rodeios. Estou aqui com a sua fofusca, indo direto pra Guiana Francesa, onde tem as grandes sucuris. Vou entregá-la a uma cobra daquelas, pois ela é minha seqüestrada. Vou pelo aeroporto de Campinas, achei mais original. Adeus.

- Você não vai me levar pra cobra nenhuma. Que cobra é essa?

- Idiota, eu só quis despistá-lo. Deixá-lo sair correndo até Campinas e talvez, até a Guiana Francesa. Agora vamos voltar ao nosso assunto. Cadê a bandeira de Alagoas?

- Vamos marcar outra hora e eu trago a bandeira.

- Não. Você só sai daqui com os dentes tatuados. Vamos ver aqui no Google. Está aqui a bandeira de Alagoas. É realmente linda. Tem umas fortalezas e uns peixes voando. O que será que significam? Você realmente acertou. Senta. Vai ser um trabalho lindo e meu nome será lançado nas revistas de vanguarda. “Dentista-tatuadora quebra tabus.”

- Espere. Não se deve fazer nada na vida sem um assessor de imprensa. Como você quer se lançar na vanguarda sem acesso às publicações? Me dá meu celular que vou ligar pra Kenya Scott e ela te coloca na The Face, de Londres.

- Vai, toma, liga.

- Alô, É Kenya? Aqui é Lili, meu amor.

- Quem é Kenya? Aqui é Felipe. Que loucura é essa, Lili? Estou louco te procurando com a polícia!

- Keninha, estou aqui no consultório da dentista Helena Gouveia e ela vai tatuar meus dentes! Faça alguma coisa. O que você acha de ter meus dentes tatuados com a bandeira de Alagoas?

- Lili! Que horror, meu Deus! E a gente veio parar em Campinas. Segura a onda aí que já vamos acionar a polícia do Rio!

- Eu sabia que você ia ficar empolgada com a idéia. Mas querida, tem que ser imediatamente, porque ela já está começando a me tatuar.

 

A triste história de Helena Gouveia acabou num sanatório, onde ela fez amizade com outros abandonados do amor. Lili teve seus dentes tatuados com a bandeira de Alagoas, mas fez um excelente tratamento com Felipe, que removeu a obra. Porém, lidando com a boca da futura mulher, não gostou da formação dentária que viu, a abandonou e trocou por uma secretária que falava “framengo” e “iorgute”. Felipe saiu sucessivamente trocando as mulheres por outras cada vez mais despreparadas e as fazendo infelizes. A vida pode ser um grande desandar para todos.




7 comentários:

Anônimo disse...

ah aaho e orre he rurrerrou.
eho
hiha

Nelson disse...

O que?

Wellington Ayres disse...

parabéns Nelsinho, muito bom.....

Anônimo disse...

Me pergunto se a loucura dos personagens e diretamente proporcional ao devaneio do autor :-)

Excelente!!! A Maria Pia ainda e minha preferida. Beijos!

Andreia Scotto

Nelson disse...

obrigado, pessoá! A loucura é muita mesmo, mas essa foi pior.

Rodrigo Garcia disse...

Crônica assutadora. Lembrou-me os filmes "Maratona da Morte" e "A Pequena Loja dos Horrores".
Parabéns, Nelson.

Lobo disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHA !

Que maravilha Nelsinho!

Pense numa doida de qualidade!